Terceiro capítulo: Leitura para reviver o passado e instigar o futuro

19 set 2018

 

Confira mais um capítulo do livro “Lutas e frustrações ecológicas. Um desafio”, de João José Bigarella, fundador da ADEA. O artigo de hoje é “Incúria Governamental”, publicado no jornal Gazeta do Povo, de Curitiba -PR, em 26 de fevereiro de 1984.

Mais de 30 anos depois, a mensagem do professor continua atual: “O tempo é curto!… É preciso agir agora, para o bem de nossa terra!”

Boa leitura!

Capítulo Terceiro: Incúria Governamental

 Não bastasse o pronunciamento inglório do IBDF com respeito aos passarinhos e as matas da Serra do Mar (O Estado de São Paulo, 14/01/1984), tivemos novas denúncias sérias feitas pela professora Maria Luiza B. Merkle, na edição da Gazeta do Povo de 27/01/1984, a propósito do desmatamento da Serra do Mar.

O Governo do Paraná tem ou não interesse em preservar a Serra do Mar?

Parece que não!

O pouco, ou quase nada que tem sido feito, devemos a alguns homens públicos interessados na defesa do meio ambiente. Entretanto, são poucos e quase não pesam na balança da gravidade do problema, além de não participarem da tomada das grandes decisões.

Diz a professora Maria Luiza que, pilhas e pilhas de lenha estão as margens da estrada de Paranaguá à espera de transporte para uma nova indústria. O desmatamento é legal ao que dizem!

Resta saber se o entulhamento “direto” ou “indireto” da Baia de Paranaguá também é legal?

Pergunta a professora:

Para que serviu o Congresso em defesa da Serra do Mar (Parque Marumbi) realizado alguns meses atrás?

Assim, o problema não é desconhecido…

Diz ela ainda:

Que o desmatamento merece ser tachado de burrice, maldade, falta de civismo e de amor à terra.

Discordamos um pouco do termo “burrice”. A nosso ver o burro “é um animal bastante inteligente (a seu modo) e seguramente não aprovaria as licenças de desmatamento dadas pelos órgãos competentes”!

Pergunta a professora Maria Luiza:

Se no referido Congresso “aconteceu todo apoio das nossas autoridades estaduais” que teria dado o consentimento de desmate?

Seria o IBDF?

Ou então quem?

Se o Estado não se preocupa em resolver definitivamente a proteção da fachada atlântica paranaense, temos um consolo:

Não estamos sós!

A ADEA recebeu o apoio irrestrito de professores do Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo. Eles dirigiram ofício ao governador do Paraná e aos ministros do Interior e da Agricultura solicitando providencias urgentes.

Protestam eles contra a destruição das matas fluviais da Serra do Mar. Salientam, que advirão fenômenos de consequências nefastas, traduzidos por grandes modificações ambientais, com as quais gerações que se sucedem terão que arcar!

Denunciam que no Paraná, imensas áreas florestadas são desnudadas por enormes tratores que arrancam e derrubam toda a vegetação, inclusive nas áreas protegidas pelo Código Florestal Brasileiro e preciosas como mananciais de água.

Referem que desmatar para depois reflorestar é:

Insanidade ecológica e, crime contra a natureza.

É também: destruir a fauna e a flora nativas, incluindo importantes fontes de matrizes genéticas.

É degradar o solo e os mananciais de água.

É provocar mudanças climáticas irreversíveis decorrentes do desmatamento.

Segundo eles, é importante que o governo e a comunidade se sensibilizem quanto a importância ecológica, genética, cientifica e até turística das florestas tropicais da Serra do Mar.

Os professores reconhecem que o reflorestamento é importante, mas que deve ter em mente a conservação das áreas nativas, pois estas constituem um patrimônio nacional insubstituível!

Apontam também, que se deve visar o bem-estar da coletividade, não permitindo que, em nome de ganhos econômicos momentâneos, o meio ambiente em que todos vivemos fique comprometido a longo prazo!

Senhor governador, Vossa Excelência tem o poder de racionalizar o uso do ambiente paranaense, conservando-o sadio, não só para as futuras gerações, como para as atuais.

O tempo é curto!…

É preciso agir agora, para o bem de nossa terra!

 

(Jornal Gazeta do Povo, 26 de fevereiro de 1984)

 

 

 

 

 

 

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto, seja o primeiro!)
Loading...

Enviar Comentário

APOIO

Reserva Volta Velha

IGG

Hotsoft Informática

PARA RECEBER A NEWSLETTER SEMANALMENTE, PREENCHA ABAIXO:

emailmanager
Email *
Nome